clube de jazz  
 
agenda notícias store
 
o jazz jazz brasil ao vivo galeria
 
o jazz
 
 
 
 
 

Hermeto Pascoal

Biografia

Hermeto Pascoal nasceu em Lagoa da Canoa, município de Arapiraca, Alagoas no dia 22 de junho de 1936. Ele foi um prodígio musical: ele começou com a flauta e aos oito anos já tocava sanfona. Com onze anos ele estava tocando nos bailes e forrós em torno da região de Arapiraca.

Quando estava com quatorze, sua família se mudou para Recife, e Hermeto começou a ganhar dinheiro em programas de rádio. No final dos anos 50 ele se mudou para o sul, para São Paulo. Sua voracidade musical era enorme e aos poucos ele aprendia a tocar de tudo:que viesse em seu caminho: piano, baixo, palhetas, percussão, enfim, tudo.

Como qualquer músico da sua época, ele integrou grupos de bossa nova no começo dos anos 60, tocando com artistas que hoje têm carreiras respeitáveis, como são as dos artistas Airto Moreira, Heraldo do Monte e Sivuca (com quem tinha um trio de acordeons chamado "O Mundo em Chamas".

Em 1964, ele fundou o "Sambrasa", trio com Airto Moreira e o baixista Humberto Clayber. Mais tarde, Airto estava num grupo chamado "Trio Novo" com os guitarristas Heraldo do Monte e Theo de Barros; Hermeto se reuniu ao grupo que passou a se chamar "Quarteto Novo".

O Quarteto se dedicava a uma reinvenção progressiva das canções nordestinas. "Nós tocávamos baião, xaxado, mas os arranjos eram muito jazzy, em tempo 4/4 com modernas harmonias".

Infelizmente, o grupo só gravou um disco e foi em 1967: "Quarteto Novo". Esse grupo exerceu uma profunda influência na música instrumental brasileira na década de 60 e os efeitos até hoje podem ser sentidos. Em 1970, Airto convidou Hermeto para gravar um disco nos Estados Unidos.

Antonio Carlos Jobim, Duke Pearson e Flora Purim também tinham interesse em sua permanência por lá. Ele também gravou com o poderoso Miles Davis, e contribuiu com duas canções para o álbum de 1970, "Live Evil": Igrejinha (Little Church) and "Nem Um Talvez" (Not even a maybe).

Enquanto esteve nos Estados Unidos, o multi-instrumentista pode apresentar suas extraordinárias habilidades como improvisador em concertos, e suas composições originais e idiossincráticas. Teve sua obra gravada por vários artistas, entre eles, Gil Evans e a Sinfônica de Berlin.

As canções de Hermeto compõe são choro, frevo, maxixe, baião, jazz e de outras naturezas, misturando tudo livremente, em combinações pouco usuais: uma só canção pode possuir vários rítmos.
Hermeto retornou ao Brasil em 1973, onde gravou "A Musica Livre De Hermeto Paschoal", e depois voltou aos States onde gravou em 1976, "Slave Mass".

Este disco, além dos instrumentos exóticos que sempre o acompanham, ele teve a presença e o companheirismo dos talentos de Airto, Flora Purim, Laudir de Oliveira, Raul de Souza, David Amaro, Ron Carter, e Alphonso Johnson.

Seus discos gravados no Brasil, apresentaram novos músicos como Pernambuco (percussão), Jovino Santos Neto (keyboards e flautas), Marcio Bahia (bateria), Carlos Malta (flautas, saxofones) e Itibere Zwang (baixo). De 1983 até 1989 Hermeto gravou para um pequeno selo brasileiro dedicado à música instrumental, o Som Da Gente.

Discografia

1969 Brazilian Octopus Fermata
1970 Hermeto Buddah
1973 A Música Livre de Hermeto Pascoal Polygram
1976 Slave Mass WEA
1979 Zabumbê-Bum-Á WEA
1979 Montreux Jazz Festival Atlantic / WEA
1980 Cérebro Magnético Atlantic / WEA
1982 Hermeto Pascoal & Grupo Som da Gente
1984 Lagoa da Canoa Som da Gente
1986 Brasil Universo Som da Gente
1987 Só Não Toca Quem Não Quer Som Livre
1988 Hermeto Solo: Por Diferentes Caminhos Som da Gente
1992 Festa dos Deuses Polygram
1999 Eu e Eles Rádio MEC

= contém trechos de músicas.

Lançamento

Eu e Eles

Referências

Discografia
Trabalho bem limitado, que apresenta somente parte da obra de nosso bruxo Hermeto.

Topo da página | Envie a um amigo | Voltar para Jazzistas

Procurar jazzista


 
copyright clube de jazz 2004  
cadastre-se   termos de uso   contato   sobre nós