clube de jazz  
 
agenda notícias store
 
o jazz jazz brasil ao vivo galeria
 
 
colunas
perfil
eventos
lançamentos
entrevistas
acorde final
 

O 'jeitinho' brasileiro de Anat Cohen

Anat Cohen é uma mulher talentosíssima, seja no domínio da arte da clarineta, como diretora de um dos selos mais prestigiados do jazz americano: Anzic Records. Anat acaba de lançar "Luminosa", um trabalho tão maravilhoso que, ao final, você perceberá que ela se transformou numa das melhores instrumentistas da música brasileira da atualidade.

23/04/2015 - Luiz Orlando Carneiro, Jornal do Brasil, 18/04/2015

Quando conheci a israelense-novaiorquina Anat Cohen, num dos saudosos festivais de jazz de Ouro Preto, impressionou-me não só a técnica e a criatividade que exibia ao soprar o clarinete, mas também a razoável fluência do português que fazia questão de “praticar”. Ela explicou que aprendera a se comunicar na língua de Pixinguinha, Cartola e Tom Jobim ouvindo interpretações de suas composições em discos, e tocando com Duduka da Fonseca, Romero Lubambo e outros músicos brasileiros radicados em Nova York.

Anat chegou a integrar, lá em Manhattan, o grupo Choro Ensemble, que gravou para o seu selo Anzic, em 2007, o álbum "Nosso tempo". Em 2012, a Anzic lançou "Samba Jazz-Jazz Samba", do quinteto formado pelo baterista Duduka, com a clarinetista também no sax tenor, mais Hélio Alves (piano), Guilherme Monteiro (guitarra) e Leonardo Cioglia (baixo).

Nos últimos quatro anos, Anat Cohen tem conquistado o primeiro lugar, na categoria dos clarinetistas, no referendo anual dos críticos promovido pela revista Downbeat, à frente dos eminentes barbados Paquito D'Rivera e Don Byron.

Vale lembrar que, em 1996, ainda teenager, Anat chegava a Boston para completar seus estudos no célebre Berklee College of Music, na companhia dos seus igualmente brilhantes irmãos: o trompetista Avishai e o saxofonista soprano Yuval. Três anos depois, ela iniciava, em Nova York, uma fulgurante carreira.

Em setembro de 2012, a matéria de capa da influente revista Jazz Times foi a ela dedicada, sob o título "Swing dancer". Seu autor, Geoffrey Himes, destacava a “alegria desinibida e contagiante” que essa tecnicamente excepcional instrumentista (hoje com 36 anos) transmite, sobretudo ao vivo, mas também na série de CDs que gravou, como líder ou como co-líder (os discos com o grupo 3 Cohens).

A estrela do clarinete jazzístico retoma agora o seu “jeitinho brasileiro” na recém-lançada coleção "Luminosa"
(Anzic/Sunnyside), uma sessão de estúdio de abril do ano passado, que tem como base o quarteto integrado por Jason Lindner (pianos acústico e elétrico), Joe Martin (baixo) e Daniel Freedman (bateria). Anat toca, além do clarinete usual, sax tenor e clarinete baixo.

Em diversas das 11 peças do novo álbum atuam como convidados os guitarristas Romero Lubambo (cinco faixas) e Gilad Hekselman (uma), além do percussionista Gilmar Gomes (cinco). Em duas faixas – "Ternura" (6m30), de K.Ximbinho, e "Espinha de bacalhau" (4m40), de Severino Araújo – a clarinetista lidera o seu quarteto batizado como "Choro Venturoso" (Vitor Gonçalves, acordeão; César Garabini, violão de sete cordas; Sérgio Krakowski, pandeiro).

Dos demais temas, quatro são de autoria de outros músicos brasileiros: "Lília" (5m55) e "Cais" (9m40), de Milton Nascimento; "Bachião" (3m35), uma receita de Bach com baião de Lubambo; "Beatriz" (4m30), de Chico Buarque-Edu Lobo,com a líder no clarinete baixo. Anat assina outras tantas composições: a meditativa "Ima" (5m55), pontuada pelo piano elétrico de Lindner; "Happy song" (3m50); "In the spirit of Baden" (5m20), um sambinha com a colaboração da guitarra de Lubambo; e "The Wein machine" (7m20), uma homenagem swinging e bem percussiva a George Wein - o lendário empresário do Newport Jazz Festival – com a líder no sax tenor e o guitarrista Hekselman também em evidência.

A faixa mais “diferente” é "Putty boy strut", de Flying Lotus, que Anat explica ser uma ideia de Jason Lindner de imitar música eletrônica com instrumentos acústicos.

(Esta última faixa e outras duas podem ser ouvidas em http://anzicstore.com/album/luminosa)

Topo da página | Envie a um amigo | Voltar para Colunas

 
copyright clube de jazz 2004  
cadastre-se   termos de uso   contato   sobre nós